CONSTELAÇÃO SISTÊMICA FAMILIAR POR CINTIA MARTINS

CURIOSIDADES SOBRE A CONSTELAÇÃO

SISTÊMICA FAMILIAR

 

Constelação Sistêmica Familiar é um tema que está muito em alta no momento, por ser um método “pseudoterapêutico”, considerado por muitos profissionais como uma terapia breve, apresenta resultados quase que imediatos para o cliente.

Um de seus criadores foi o psicoterapeuta e padre alemão Bert Hellinger, que se baseou em elementos de outros autores da terapia familiar sistêmica, apoiando-se também, nas teorias da fenomenologia e nas atitudes do povo zulu em relação ao comportamento com suas famílias.

Traduzindo de uma forma simples: a Constelação acredita que muitos dos problemas e desafios que um membro de uma família enfrenta, podem ser decorrentes de traumas sofridos por gerações anteriores da família e estes, são observados através de fenômenos que se repetem, questões indissolúveis, relações conturbadas, manifestações na saúde, etc.

Durante uma sessão de Constelação, é permitido ao Profissional Constelador ter um olhar sobre as diferentes dinâmicas que atuam no sistema familiar do cliente. Essa é uma ferramenta muito rica e dinâmica, que por conta do momento atual (pandemia e distanciamento social), só pode ser realizada através da representação de bonecos e cards, em uma sessão individual e online.

Uma outra opção muito utilizada no processo, é a Constelação Fluvial, onde a energia da água conduz os bonecos, apresentando a situação de forma clara e o que precisa ser trabalhado, sem interferências no processo.

Após apresentada a situação que se deseja constelar, é montada a estrutura com os representantes (bonecos). A partir do momento que se iniciam os movimentos e os sentimentos começam a ser percebidos, frases de solução para harmonização das situações passam a ser ditas pelo cliente e, em muitos casos, o efeito é sentido na hora, manifestado pelos sentimentos e reações corporais.

Normalmente uma sessão tem duração média de 60 minutos, mas não existem regras quanto a isso. O Constelador avança à medida que o sistema familiar do constelado permite. Ao encerrar uma Constelação, profissional e cliente se retiram do campo com reverência e respeito, sem qualquer curiosidade ou questionamentos, apenas confiando nas forças da ancestralidade advindas da família.

Podemos afirmar que a Constelação Familiar é uma oportunidade de identificar de forma consciente o que está acontecendo com aquele sistema familiar, sendo permitido solucionar conflitos de acordo com as escolhas do constelado, afinal “O ouvido escuta os sons exteriores. A alma escuta o que vem de dentro.” Bert Hellinger

Permita-se ouvir os sons da sua alma e conte comigo nesse processo!

Com amor,

Cintia Martins – Constelar Terapias

 

Mini currículo: Cintia Martins é especialista emocional, formada pela SBIE – Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional, Coach de Vida, Carreira e Executiva, formada pela SBS – Sociedade Brasileira de Coaching e Consteladora Sistêmica Familiar

Contato: [email protected]

 

Fonte: núcleo alquimico

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: