Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

GRATIDÃO , UM SENTIMENTO QUE LIMPA NOSSA MENTE E CORAÇÃO

GRATIDÃO , UM SENTIMENTO QUE LIMPA NOSSA MENTE E CORAÇÃO
5 (100%) 9 votos

Ser grato traz benefícios físicos, mentais e emocionais. Por isso, todos nós deveríamos mostrar gratidão no dia a dia.

A palavra gratidão tem a sua origem no latim “gratia” que tem seu significado na palavra graças ou gratus que em sua tradução ao pé da letra significa agradável. Sendo assim, entende-se que a gratidão denomina-se pelo entendimento de ser grato a algo que a vida nos dá, sendo ele bom ou ruim.

Igual a qualquer novo hábito, como diminuir a ingestão de doces, praticar uma atividade física, ler diariamente, etc., a prática da gratidão também é trabalhosa no começo. É um grande desafio até nos adaptarmos e torná-la parte da nossa rotina.

Trocar reclamação por gratidão requer disciplina e força de vontade. É como trocar um hábito prazeroso e tóxico, pelo qual nossa mente já se acostumou, por outro que, a princípio, pode não causar nenhum prazer, até acostumar o paladar, ou melhor, até acostumar o coração.

 

Será que a gratidão funciona?

Uma publicação médica da Universidade de Harvard * afirma: “Existe uma forte relação entre gratidão e felicidade. A gratidão ajuda as pessoas a ser mais positivas, a aproveitar os bons momentos da vida e a lidar melhor com os problemas. Também melhora a saúde e ajuda a construir relacionamentos mais fortes.”

E como qualquer outro hábito saudável, nós podemos escolher se vamos praticar e o quanto vamos nos beneficiar.

Quando nos referimos à gratidão, não estamos falando da palavra “Obrigado/a” que sai da nossa boca, automaticamente, por educação. Falamos daquela que vem de dentro. Daquela que nos preenche de emoção quando nos damos conta da magia que é estarmos vivos e conscientes, de termos a capacidade de amar e sermos amados.

É possível encontrarmos pessoas menos favorecidas financeiramente, provenientes de famílias mais humildes, onde a pessoa dá valor a cada mínimo detalhe da vida e mesmo sem todo esse poder aquisitivo, a felicidade reina nos churrascos de domingo, naquele bate e volta na praia ou na compra em suaves prestações, daquela televisão dos sonhos.

 

Dinheiro nem sempre traz felicidade?

 

E muito menos compra a gratidão? Com isso não estou reforçando aquela máxima que diz que bom mesmo é ser pobre.

Acredito que a abundância e a prosperidade são direitos que nos cabem desde que façamos por merecer e que devemos lutar para termos dinheiro sim. Agora abundância financeira por si só não é suficiente para te fazer feliz.

Conseguir trabalhar a gratidão em sua vida é muito mais uma questão de como você vai enxergar e lidar com os percalços pelo caminho do que, realmente, as dificuldades que irá passar. Acreditar que tudo sempre será o “país das maravilhas” é o grande problema do ser humano. Ser grato não te fará imune aos problemas, mas irá te fortalecer para lidar com eles.

Muitas pessoas chegam até mim para questionar como aplicar a gratidão em suas vidas, pois já puderam perceber a importância de seu significado e também a grande mudança de vida que ela pode trazer, e sabem, que se não utilizarem da maneira certa, de nada adianta.

A Bíblia nos incentiva a mostrar gratidão. O apóstolo Paulo escreveu: “Mostrem-se gratos.” E ele deu um bom exemplo nesse sentido. Quando ele pregou para algumas pessoas e elas aceitaram a mensagem, ele agradeceu muito a Deus. (Colossenses 3:15; 1 Tessalonicenses 2:13)

É claro que não vamos ser felizes só por dizer “obrigado” de vez em quando. Precisamos ter uma atitude de gratidão. Assim, não vamos achar que as pessoas são obrigadas a fazer coisas por nós. Essa atitude também vai nos proteger da inveja e do ressentimento, sentimentos que tiram nossa alegria e levam as pessoas a se afastar de nós.

 

Quando praticar a gratidão?

Não será de um dia para o outro que você irá conseguir trabalhá-la totalmente, até porque a gratidão não deve estar presente apenas em nossas ações, ou nas palavras; ela precisa ocorrer em sentimentos também, pois não adianta agir de uma forma positiva, mas estar triste, fazer reclamações e estar insatisfeito na vida, mesmo que só em pensamento, sem contar para ninguém seus incômodos.

E saber por que não adianta? Porque se o seu coração não está junto com a razão, você acaba cansando de agir daquela forma

Nosso Criador também nos dá um bom exemplo. Ele mostra gratidão até pelo que os humanos fazem! Hebreus 6:10 diz: “Deus não é injusto para se esquecer da sua obra e do amor que vocês mostraram ao nome dele.” Para Deus, a falta de gratidão é uma forma de injustiça.

Existem apenas duas maneiras de se viver. A primeira é reclamando de tudo, a segunda, como se tudo fosse um milagre. Escolha a sua. Escolha a gratidão!

O que sentimos tem muito a ver com o que pensamos. Veja o exemplo de Davi. Ele era uma pessoa que sempre demonstrava gratidão. O que o ajudava a ser grato?

Durante toda a sua vida, ele meditou nas coisas que Deus fazia. (Salmo 71:5, 17) Numa oração, ele disse a Deus: “Medito em todos os teus atos; reflito no trabalho das tuas mãos com vivo interesse.” (Salmo 143:5) Ou seja, ele não era uma pessoa superficial; ele pensava em assuntos profundos. Isso o ajudou a desenvolver gratidão.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
%d blogueiros gostam disto: