Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

O QUE É DIETA E ALIMENTAÇÃO ALCALINA? PARA QUE SERVE?

O QUE É DIETA E ALIMENTAÇÃO ALCALINA? PARA QUE SERVE?
5 (100%) 5 votos

COMO FAZER A DIETA ALCALINA?

 

A dieta alcalina,  em 1931, o Prémio Nobel da Medicina Otto Warburg afirmava: “Nenhuma doença, nem mesmo o câncer o, pode existir num ambiente alcalino”. O tempo e numerosos estudos científicos vieram dar-lhe razão. Para ser saudável, o corpo precisa do equilíbrio entre a acidez e a alcalinidade (um pH a rondar os 7). E, para isso, é preciso conhecer os alimentos certos, saber como cozinhá-los e como distribuir as refeições ao longo do dia.

Você já parou para pensar nas reações químicas que cada alimento ingerido produz no seu corpo? Sabia que o pH – índice que indica acidez, neutralidade ou alcalinidade – é alterado no organismo de acordo com o que é nele colocado?

Não é novidade que alimentos industrializados e que diversos ingredientes que os compõem – como estabilizantes diglicerídeos de ácidos graxos, presentes na margarina, e corante caramelo E-150d, encontrado em refrigerantes – prejudicam a saúde. Também já foi dito que o consumo de carne e embutidos pode aumentar o risco de doenças como o câncer, de acordo com relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2015.

 

 

“Que o seu remédio seja o seu alimento”, diz a famosa frase de Hipócrates, o pai da medicina ocidental. Mas, além de nutrir o corpo com doses maiores de vegetais frescos e menos industrializados e proteínas animais, há um recorte mais específico da alimentação saudável que promete – e cumpre, segundo seu adeptos – a prevenção e auxílio para a cura de uma série de doenças: a alimentação alcalina.

Pense num limão, por exemplo. É ácido, certo? Mas na verdade, ao ser absorvido pelo organismo, torna-se num poderoso agente alcalinizante. Já a carne, noutro exemplo, é alcalina, mas no processo de digestão acidifica o organismo. O que comer, então?

O livro “A Cura Pela Alimentação Alcalina”, recentemente editado pela Lua de Papel, reúne os conhecimentos do nutricionista Alexandre Fernandes e do nutrichef Duarte Alves, para dar todas as respostas: explica os fundamentos da dieta, mostra como alcalinizar os alimentos, revela a lista dos mais adequados, apresenta um plano alimentar de 10 dias e oferece dezenas de receitas de acompanhamentos, temperos, sopas, saladas, pratos principais, sobremesas e snacks.

 

EM QUE CONSISTE?

 

 

Afinal, o que é a dieta alcalina? Alexandre Fernandes explica: “A dieta alcalina é uma forma de alimentação que privilegia o tipo e a qualidade dos alimentos. Sabemos que a saúde do nosso organismo depende daquilo que comemos. Uma alimentação saudável é mais de meio caminho andado para um sistema imunitário forte, para sentirmos mais energia e sermos mais produtivos, tanto física como mentalmente.

É nesta premissa que a dieta alcalina se baseia”. E cita estudos científicos para afirmar que “certas doenças, como as cardiovasculares, pulmonares, renais, cerebrais e até o cancro, têm maior tendência para se desenvolverem num corpo com uma elevada percentagem de acidez do que num corpo mais alcalino”.

 

PARA SIMPLIFICAR TODO O CONCEITO DE ALIMENTAÇÃO ÁCIDA E ALIMENTAÇÃO ALCALINA

 

 

– Alimentos ácidos podem provocar doenças e inflamações.

– Alimentos alcalinos melhoram nosso sangue e nos protegem de doenças.

Por isso nada melhor do que ter uma dieta alcalina.

Se você não sabe, a causa de tantas doenças e obesidade se deve à acidez dos alimentos.

Nos Estados Unidos, muita gente famosa está fazendo uso desse tipo de alimentação.

Quem diz isso é o nutricionista e médico quiroprático dr. Darlyl Gioffre – o “herói” que atende muitas estrelas de Hollywood.

Segundo o médico, ele perdeu mais de 10 quilos e se livrou da dependência do açúcar graças à dieta alcalina.

Além disso, garante que aproveita melhor o seu tempo, pois tem mais energia do que quando tinha 20 anos – hoje está com 40.

O dr. Gioffre corre em maratonas e não lembra a última vez que ficou doente.

Mas, para isso, precisou diminuir e em alguns casos até abrir mão de:

– Bebida alcoólica

– Produtos lácteos

– Carne

– Café

– Açúcar

– Glúten

Sua dieta ficou sendo à base de folhas verdes escuras e outros alimentos alcalinos, além de castanhas e nozes.  Até o consumo de certas frutas foi controlado, por causa do açúcar que há nelas.

Pois é, açúcar é açúcar, não importa sua origem.  Se você tem interesse na dieta alcalina, faça o teste por uma semana e observe os resultados.

As pessoas pensam que ter uma dieta saudável significa deixar de lado tudo que é gostoso, mas isso não é verdade.

Veja o que é bom para alcalinizar:

– Abacate

– Brócolis

– Couve

– Repolho

– Cenoura

– Couve-flor
– Abobrinha

– Aipo

– Cogumelos

– Algas como nori, kombu e wakame

– Cebolinha
– Óleo de linhaça

– Pepino

– Alho

– Limão
– Lima
– Tangerina

– Broto de alfafa

– Mel

– Kiwi

– Alho
– Alface
– Painço (o único ceral alcalino)
– Azeite extravirgem de oliva
– Cebola

– Laranja

– Papaia
– Salsa
– Abacaxi
– Quinoa
– Rabanetes
– Melancia
– Abóbora/ jerimum

– Sementes de gergelim

A variedade é grande, Mas também há algumas coisinhas que precisam ser evitadas, além dos alimentos que já havíamos falado, como:
– Bebidas gasosas (água com gás, refrigerantes e energéticos) devem ser evitadas.
– Alimentos refinados: pão branco, bolo e massas também.
– Fique longe do café, chá preto, dos alimentos gordurosos, das carnes processadas, do álcool e do fumo, pois eles deixam nosso corpo bastante ácido.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
%d blogueiros gostam disto: